O que o Grunge e as bandas de Seattle me ensinaram

É perceptível que estamos cada vez mais enaltecendo as coisas do passado, o que era “ultrapassado” agora é “cool”, vivemos em uma época em que somos comandados pela nostalgia e tudo o que te faz lembrar a sua “época de ouro” te emociona duas vezes mais agora.

Com a música não é diferente. Quem ainda não reparou em tantos artistas novos se lançando com uma pegada “retrô”, ou artistas já consagrados voltando a aparecer, como o Temple Of The Dog? Veja o post completo…