Pasta Creepy #2 – Tails Doll

PASTACREEPYTails_doll___Darkness_Whispers_by_shadowrougeblazeNos anos 90 a Sega lançou um novo game da franquia, chamado Sonic R, este trazia Sonic, Tails, Knuckles e Amy como personagens principais e como destraváveis: Metal Sonic, Metal Knuckles, Egg Robo, Super Sonic e Tails Doll.
Metal Sonic eu conheço, Metal Knuckles da para entender, Egg Robo é comum, Super Sonic é clássico mas quem diabos era Tails Doll e por que ele flutuava bizarramente sobre a pista? Veja o post completo…

Pasta Creepy #1 – A Maldição de Zelda

CREEPYPASTAzeldaMatt mudou-se para um novo dormitório na universidade, onde começava seu segundo ano. Um amigo lhe dera um Nintendo 64 velho, que tinha nada além de um controle amarelo e uma fita velhíssima e acabada de um Super Smash Bros.
Enjoado de jogar o mesmo jogo, Matt decidiu ir à uma venda de garagem próxima afim de conseguir mais jogos e controles para o videogame. Lá ele conseguiu o que queria, e quando estava saindo, uma casa chamou sua atenção (N/A: Lembrando que, nos Estados Unidos, a vizinhança às vezes combina de fazer uma venda de garagem “conjunta”, todas as casas pegam o que não precisam mais e põem à venda).
Tinha apenas uma mesa, que vendia pinturas estranhas, como aquelas de psicanalista. O dono daquela venda era um senhor muito velho, com dentes estragados. Tentado ver se conseguia mais jogos, Matt perguntou ao velho se ele tinha alguma fita de videogame. Sem saber exatamente o que seria um videogame, o velho saiu dizendo que voltaria em um instante.
Enquanto esperava o senhor voltar, Matt voltou a estudar as pinturas, eram estranhas, e pareciam entrar em sua mente, ele achou curioso que um dos desenhos lembrava demais a máscara de Majora, presente no jogo Majora’s Mask, e naquele momento, desejou que o velho conseguisse aquele jogo em especial.
Sua surpresa foi ver que o velho voltava com uma fita de N64 nas mãos, cinza, sem nenhuma identificação de qual jogo seria além da palavra “Majora” escrita com caneta permanente. Disse que podia ficar com o jogo de graça, e que pertencera a um garoto que não vivia mais ali na vizinhança.
Veja o post completo…